Para que serve a graduação?

advertising

Neste artigo, você vai obter informações sobre para que serve a graduação. É bastante comum ouvirmos, principalmente por partes dos adultos, que é essencial termos uma graduação concluída, em nosso currículo.

No entanto, não sabemos o quão necessário é mesmo. É realmente importante ter uma graduação? Mas afinal o que é uma? As dúvidas sobre graduação são diversas, portanto, para que possamos te ajudar um pouco mais sobre um assunto tão importante, principalmente para os jovens.

O que é uma graduação?

A graduação basicamente, é um ensino superior.

advertising

Neste caso, superior pelo fato de vir após o ensino básico, que conhecemos como ensino fundamental e ensino médio.

No Brasil, há diversas instituições de ensino superior (IES), na qual os estudantes devem escolher uma, para que possa entrar.

Tais instituições, são popularmente conhecidas como centro universitário, universidade e até mesmo faculdades.

Nela, você aprenderá tudo o que precisa saber, para se tornar um profissional da área em que deseja atuar.

É claro que depois, existem diversos tipos de cursos, especializados para a aprofundação e maior conhecimento sobre determinada matéria.

Mas vale ressaltar, que para que e possa haver uma instituição de ensino superior, primeiramente deve haver a permissão do MEC, sigla utilizada para se referir ao Ministério da Educação.

O MEC é responsável não só por autorizar a fundação de tais instituições, mas também por estabelecer a carga horária mínima para cada curso, avaliar o andamento e qualidade de cada curso, entre outros cursos.

 

Para que serve a graduação?

A graduação é sim algo importante de obter no currículo. Principalmente atualmente, na qual o estudo está sendo cada vez mais prestigiado.

Uma graduação, proporcionará diversas  benefícios em sua vida profissional, como:

Melhor adaptação no mercado de trabalho: não é novidade vermos manchetes de jornais, apresentado filas enormes, em busca de um trabalho. Quando se há graduação é muito provável que você não passe por este tipo de situação, até porque as empresas sempre optaram pelas melhores opções de funcionários.

Melhor remuneração mensal: dentro de uma empresa, sempre há variações nos valores dos salários de cada funcionário, isto se dá por conta do currículo acadêmico de cada pessoa.

Ou seja, se determinado funcionário possui somente o ensino médio completo, é obvio que receberá uma quantia inferior ao que possui estudos mais aprofundados em tal área.

Mais oportunidades de emprego dentro do mercado de trabalho: quando possui uma graduação, a quantidade de serviços que você pode atuar, será bem maior.

Portanto, aqueles que tiverem maior especialização sobre tal assunto, terá a capacidade de decidir em qual área deseja trabalhar, além da empresa que pretende prestar seus serviços, entre diversas outras questões.

Maior facilidade em ser um trabalhador autônomo: é muito comum vermos trabalhadores que já não aguentam mais trabalhar sobre o comando de algum chefe e por esse motivo, acabam abrindo o seu próprio negócio, e por má gestão, acaba-o falindo.

No entanto, quando se há uma graduação, você ainda terá maior conhecimento e capacitação para realizar boas escolhas, tais escolhas que alavancarão o seu negócio, mesmo que seja uma microempresa.

Mas acima de tudo isso, ainda há o seu conhecimento.

Todos dizem que conhecimento é poder, e sinceramente, isto é algo que não podemos negar.

Com um conhecimento necessário, temos o poder da crítica, do questionamento e de saber se determinada coisa está certa ou não.

Muitos ingressam em uma faculdade em busca de uma graduação, com um único objetivo, que é o melhor salário.

Mas é muito importante, não optarmos por estudo que provavelmente renderão maiores remunerações, mas sim por algo que gostaríamos de no futuro, estarmos exercendo.

 

Como ingressar em alguma universidade?

Depois de tanto falarmos sobre como uma graduação é importante, é hora de mostrarmos algumas possibilidades de você ingressar em alguma universidade.

As universidades geralmente, apresentam bolsas de estudos, na qual não é necessário pagar nada para estudar.

No entanto, a quantidade de bolsas gratuitas é bastante inferior ao número de estudantes que não possui condições ara pagar a mensalidade.

E por esse motivo, aqueles que não pretende pagar para entrar em uma universidade, deverá realizar um vestibular.

Como provavelmente todos já devem saber, o vestibular é uma prova, pela qual será avaliado os seus conhecimentos gerais.

O vestibular mais conhecido do Brasil, é o ENEM, sigla utilizada para designar Exame Nacional do Ensino Médio.

Nele, são realizadas duas provas no total, sendo elas uma redação (cujo tema só será descoberto na hora) e uma prova de conhecimentos gerais.

Caso você consiga tirar uma boa nota em ambas as avaliações, você pode já entrar direito para a Universidade dos sonhos, ou se não, pode partir para um outo vestibular.

A segunda opção de vestibular, é o ProUni-Programa Universidade para Todos.

No entanto, para que você possa participar das provas de tal vestibular, é preciso que se encaixe nos seguintes requisitos:

  • Ter a renda familiar de até 3 salários mínimos, sendo cada um atualmente, no valor de R$ 1.045,00;
  • Ter concluído o ensino médio em escolas da rede pública;
  • Não ter diploma de alguma graduação já concluída.

Outro detalhe importante ressaltar, é que dependerá da renda de sua família, para se definir se terá direito à uma bolsa de estudo integral ou parcial.

Já a outra opção de vestibular é o Sisu-Sistema de Seleção Unificada, cuja forma de participar é bem fácil, já que basta apenas não ter zerado a redação do ENEM.

Mas apesar da forma de participa ser bastante fácil, você deve se preocupar com seus estudos, já que o vestibular é bastante concorrido.

Com ele, você pode ingressar em uma das melhores instituições de ensino superior do país, como: UFRJ e IFSP.

 

Quais os tipos de graduação?

Apesar de parecer, novidade para alguns, a graduação é dividida entre 3 classificações, sendo elas:

Bacharelado: com um prazo que varia entre 4 e 5 anos, este tipo de graduação é especificado para profissionais que abordam assuntos bastante importantes e complexos, como a medicina.

Tecnológico: possui uma variação entre 2 e 3 anos. Mais focado principalmente em setores de administração onde possui um ensino mais técnico.

Licenciatura: neste caso, a duração do curso é de 4 anos. Tem um ensino mais focado em pedagogia, ou seja, para que você possa dar aula para salas do ensino fundamental ou médio, é preciso primeiramente ter este tipo de graduação, onde o ensino também é mais prático.