O que podemos fazer para melhorar a educação?

advertising

Neste artigo, você vai obter informações sobre o que podemos fazer para melhorar a educação. O Brasil com certeza não é um país de referência em educação. tal conclusão podemos ver não só através de pesquisas, mas também do nosso cotidiano.

A média dos estudantes brasileiros está muito baixa, no entanto, tal situação deve ser revertida. Existe algumas ações que podemos fazer, para auxiliar tal processo. Portanto, se você já está cansado de ver o Brasil sendo um país de exemplo, onde a educação não está sendo tão investida.

Qual a situação do Brasil, em relação à educação?

Antes que possamos apresentar medidas que pode ser tomadas, para que possa se melhorar a situação da educação no Brasil, é preciso primeiramente mostrarmos como tudo está. Como já deve saber, No Brasil, há diferentes opções de escolas, que são as particulares e públicas.

advertising

A última citada, trata-se da mais problemática. Isto porque sua verba é proveniente do Estado, e por isso, muitas vezes trata-se de valores baixos que lhe são concedidos.

Este baixo investimento nas escolas públicas, faz com que a mesma não tenham condições de arcar com todos os gastos corretamente.

Isto, automaticamente gera uma desvalorização em relação às escolas particulares, que muitas vezes possuem dinheiro para não só bibliotecas com milhares de livros, mas também salas de informática, laboratório de ciências e tudo mais, que pode desencadear um bom desenvolvimento acadêmico.

Mas apesar de tais condições serem claramente visíveis no nosso dia a dia, isso não garante que as escolas particulares sejam totalmente melhores que as públicas.

É claro que uma boa estrutura proporciona bons resultados avaliativos, mas não é por isso, que podemos subestimar o ensino público.

É muito comum vermos jovens que alcançaram sonhos e metas que parecem ser tão distantes, conforme a sua realidade (principalmente financeira), já que frequentarem instituições do Estado.

Isso é por conta de muito emprenho e força de vontade, que são resultados de horas estudando, seja através de livros, ou até mesmo de internet (caso tenha).

Realidade da educação do Brasil em números

Apesar de termos apresentados diversas informações acima, a respeito da educação no Brasil, resolvemos retratar mais alguns detalhes.

Dessa vez, apresentaremos informações baseada em números, porcentagens e estatísticas, portanto, veja só:

De todas os estudantes do Brasil, que hoje se encontram na 5º série, cerca de 65% ainda não sabem como realizar cálculos básicos para a sua idade.

Ainda falando sobre a 5º série, mais de 60% de todos, ainda não sabem como fazer uma simples interpretação de texto;

Já em relação aos alunos da 9º série, ainda na casa dos 60%, não sabem como realizar contas de porcentagem, o que em suas idades, já é considerado um aprendizado básico;

Se para um grupo de 100 estudantes que cursam a 1º série, cerca de somente 47 destes, conseguem concluir o ensino fundamental. Deste novo total, apensas 14 efetuarão o ensino médio completo. E por fim, somente 11 conseguirão cursar uma faculdade.

Dentre todos os jovens que possuem entre 7 e 14 anos de idade, 97% deste vão à escola. Portanto, o restante será “apenas” 3%. Mas se engana quem acredita que esses 3% são “apenas”, esta pequena porcentagem, equivale à mais de 1 milhão e 500 mil jovens que estão fora das salas de aula.

O que podemos fazer para melhorar a educação?

Agora que você já viu com realmente está a educação em nosso país, podemos partir para algumas dicas que podem melhorar a situação.

1 – Contribuição da sociedade: apesar de parecer estranho e um papel exclusivo do governo, a sociedade pode ajudar bastante a reformular o conceito de educação que temos no Brasil.

A sociedade pode estar presente não só na  hora de ajudar o seu filho com atividades e afins, mas também, na luta, junto com manifestações de professores que procuram melhores condições tanto de ensino, quanto de seus trabalhos.

2 – Respeito e prestígio ao professor: é muito comum vermos diversos pais ou até mesmo alunos batendo boca com os profissionais da área da educação, por não terem as mesmas opiniões.

No entanto, o que devemos fazer é totalmente ao contrário; muitas vezes, o falta à um professor é o incentivo. Apesar de não precisarmos concordar com tudo que os professores falam, o respeito deve ser posto em primeiro lugar.

3 – Escolha bons políticos: no Brasil democrático onde vivemos, a política já não está sendo constituída por ideias para um país melhor, mas sim, por brigas entre partidos.

Por isso, ao irmos nas urnas, temos que ter a certeza que a pessoa em quem estamos votando, possui objetivos relacionados à melhoras de problemas, inclusive a educação.

4 – Direcionamento de verba: apesar desta orientação não caber à sociedade, é muito importante falarmos sobre isso.

Um dos principais motivos das escolas públicas não serem tão prestigiadas, é por conta da falta de verba disponibilizada. O governo deve investir muito mais em recursos direcionados à educação.

 

E se tudo o que foi dito acima, se concretizar e for investido mais na educação, como ficaria?

Se tudo o que dissemos anteriormente, fosse realmente a nossa realidade atual, como seria a educação no Brasil?

No ano de 2006, houve uma mobilização de nomes prestigiados, como empresários e políticos. Tal mobilização, chama-se “Todos Pela Educação”.

Com essa movimentação, pode-se definir alguns objetivos, que por sua vez, pretendem ser realizados até o ano de 2022.

Essas metas no total são 5, e nós as listaremos a seguir:

Todos aqueles que tiverem entre 7 e 17 anos de idade, devem estar dentro da sala de aula, frequentando a escola corretamente;

Todas as crianças cuja idade não ultrapasse de 8, devem já dominar a leitura e escrita;

Até o ano de 2022, deve haver um aumento significativo de recursos e verbas investidos na área da educação básica;

Todos os estudantes devem concluir pelo menos o ensino fundamental (que vai desde a 1º série, até a 9º) e o ensino médio (do 1º ano até o 3º);

Todos os estudantes do Brasil precisarão aprender todos os conteúdos que devem ser aplicados conforme sua série.

Mas antes que tudo isso possa realmente acontecer, já que infelizmente não é a realidade do Brasil, o que lhe indicamos é que você estude.

Assim como todos dizem, o seu futuro sé depende de você, portanto, sempre busque saber mais, seja na escola ou em sua casa.