advertising

    Neste artigo, você vai obter informações sobre o que é o curso de graduação. Atualmente, um dos principais requisitos de uma empresa, para que você possa ocupar um de seus melhores cargos, é um certificado, garantindo que você possui um curso superior.

    Isto consequentemente, garante que você passe a receber uma remuneração mensal, com um valor superior aos demais funcionários. Mas caso pretende ser autônomo, a graduação ainda é a melhor opção, já que você terá domínio e experiência em mover o seu negócio, portanto, para ter acesso ao nosso conteúdo, continue lendo.

    O que é o curso de graduação?

    Muitos associam a graduação com o ensino superior, e já ressaltaremos, tal definição não está errada.

    advertising

    Até porque este é um dos ursos pela qual você se aprofundará na área profissional que deseja atuar.

    Também chamada de faculdade, universidade ou centro universitário, uma graduação, só pode ser realizada, ao fim do ensino médio.

    Pelo menos no Brasil, essa é a regra. Para ingressar em uma instituição de ensino superior (IES), é preciso primeiramente ter concluído o ensino básico (fundamental e médio).

    E o responsável por todas essas instituições, é o MEC, sigla utilizada para designar o Ministério da educação.

    Tal responsabilidade que engloba não só a autorização para a abertura e o funcionamento, mas também a definição da carga horária de cada curso, avaliação do ensino entre outras coisas.

    Com a graduação concluída, você pode exercer a sua tão sonhada profissão. Exceto em casos como a medicina, que requer mais especialização. Até porque é uma profissão te extrema responsabilidade, não?

    Como entrar em uma instituição de ensino superior?

    Uma instituição de ensino superior, lhe garantem uma graduação específica em tal área.

    O que automaticamente lhe proporciona grandes vantagens e benefícios em relação à sua carreira profissional.

    No entanto, como é que se pode entrar em uma faculdade.

    Muitos, atualmente no Brasil, não contam com uma renda necessária, para efetuar o pagamento de mensalidades de suas faculdades.

    E por esse motivo, muitos optam pela Bolsa de estudo.

    Porém, a quantidade de vagas em instituições de ensino superior, 100% gratuitas, infelizmente não é compatível com o número de pessoa com baixa renda.

    Por isso a única alternativa que conseguir estudar de graça é tentar tirar uma (ou a) melhor nota, em provas de vestibulares.

    Os vestibulares, na verdade, são concursos que servem como um processo seletivo, que captará os estudantes prodígios, por assim dizer.

    E dentre todos os que há, temos o ENEM, sigla utilizada para se referir ao Exame Nacional do Ensino Médio.

    O principal vestibular do país é uma das principais porta de entrada para as melhores universidades do Brasil.

    Ocorre na maioria das vezes, no final do ano, e é dividida em 2 provas ocorrendo cada uma em uma semana.

    Sendo elas uma redação, e uma prova das matérias em geral.

    Mas além dessas ainda há o Sisu-Sistema de Seleção Unificada e o ProUni-Programa Universidade para Todos.

    A primeira opção citada, trata-se de um programa disponibilizado pelo Governo Federal justamente para oferecer bolsas de estudos à milhares de estudantes.

    Para que você possa ter acesso à tal vestibular, basta não ter zerado a redação do ENEM.

    Mas apesar de ser simples você poder concorrer entre as provas do Sisu, ainda é bastante fácil de ser desclassificado.

    Isto porque o vestibular é bastante concorrido, por isso, serão selecionados os melhores.

    Já para que você possa ser um dos candidatos do ProUni, é preciso primeiramente ter tirado uma boa pontuação nas provas do ENEM.

    Mas, além disso, é preciso também:

    • renda mensal familiar de pelo menos 3 salário mínimo;
    • realizado o ensino básico em escolas públicas;
    • não ter diploma de uma graduação.

    Quais as 15 melhores instituições de ensino superior do país?

    1. Universidade de Brasília-UNB (DF) Pública Federal.
    2. Universidade Federal de São Carlos-UFSCAR (SP) Pública Federal.
    3. Universidade Federal de Viçosa-UFV  (MG) Pública Federal.
    4. Universidade Estadual de Campinas-Unicamp (SP) Pública Estadual.
    5. Universidade Estadual de Júlio Mesquita Filho-UNESP (SP) Pública Estadual.
    6. Escola de Administração de Empresas de SP-FGVEAESP (SP) Privada.
    7. Escola de Enfermagem da Fundação Técnico Educacional Souza Marques-EEFTESM (RJ) Privada.
    8. Universidade Federal do Paraná-UFPR (PR) Privada.
    9. Universidade Federal de Minas Gerais-UFMG (MG) Pública Federal.
    10. Universidade Federal do Rio Grande do Sul-UFRGS (RS) Pública Federal.
    11. Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC (SC) Pública Federal.
    12. Universidade Federal do Rio de Janeiro-UFRJ (RF) Pública Federal.
    13. Universidade Federal de São Paulo-UNIFESP (SP) Pública Federal.
    14. Universidade Federal de Lavras-UFLA (MG) Pública Federal.
    15. Instituto Tecnológico de Aeronáutica-ITA (SP) Pública Federal.

    Quais as vantagens de ter uma graduação?

    Ter um certificado de graduação em seu currículo profissional, traz diversas vantagens ao longo de sua carreira.

    Por isso, decidimos reunir a seguir, algumas das vantagens que consideramos mais convincentes. Portanto, veja só!

    Mais fácil adaptação no mercado de trabalho: uma graduação como já dito, é uma especialização em determinada área profissional, por isso, temos uma mais fácil autonomia e opções de trabalho, dentro do mercado. Isso faz com que você se adapte mais facilmente, principalmente quando se trata do seu primeiro emprego.

    Melhorem negócios autônomos: assim como apresentamos acima, a graduação lhe dá mais autonomia, já que você terá mais conhecimento e especialização na área, tais coisas que te auxiliam principalmente, quando tomar as rédias de uma empresa, mesmo que seja pequena. Uma graduação garantirá que você faça as melhores escolhas e decisões.

    Melhor remuneração: como já deve saber, quando temos estudos, as empresas automaticamente se interessarão mais ainda, com isso, passarão a pagar melhores remunerações mensais aos seus contribuintes, até porque exercem papéis importantíssimos, dentro de uma instituição.

    Mais conhecimento: apesar de parecer um pouco óbvio, muitos ainda não dão importância a este pequeno detalhe, o que é nenhum pouco irrelevante.

    Muitos já devem ter ouvido falar, mas diremos aqui, o conhecimento é poder e algo que ninguém pode tirar de nós. Com ele, temos o poder da crítica, do questionamento inteligente, que nos leva a fazer as melhores escolhas, dentro de determinado momento e situação.

    Portanto, espero que a partir da leitra deste artigo, você tenha uma melhor noção de como tudo funciona, até podermos ter em nosso currículo, uma graduação.